segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

MOSTRA-NOS A TUA GLÓRIA

TEMA: MOSTRA-NOS A TUA GLORIA
TEXTO: Ex 33.18
TRANSIÇÃO: Para compreender melhor o texto lido é necessário fazer uma analise do capitulo 32 até chegar ao capitulo de numero 33 no verso abordado. A história diz que o povo é obstinado. Na ausência de Moisés porque estava no monte, o povo faz uma pressão em Arão para que fizesse um deus para que eles pudessem servir porque Moisés não voltaria mais. Fizeram um bezerro de ouro e todo povo começou a adora-lo. Dali em diante Deus fala a Moisés: Desce porque o teu povo tem se corrompido e fizeram para si um bezerro de ouro e estão adorando-o.  Moisés imediatamente desce e constata tudo que Deus lhe falou. Ele quebra as tabuas da lei, repreende o povo, queima o bezerro de ouro até derreter e virar pó e com o pó dar de beber na água para o povo de Israel tomar. No meio de todo esse cenário Moisés pergunta: quem é do Senhor passa para cá. Imediatamente a tribo de Levi passa para o lado de Moisés. Ele dar uma ordem: tirem as vossas espadas e hoje vai morrer um amigo, um irmão, um próximo teu ou um parente. No final morreram três mil pessoas. Moisés vai para um momento de oração e intimidade com Deus. Após ter tirado a tenda do meio do arraial, ele sai vai para tenda e somente ele vai até lá. Quando entra na tenda, a bíblia diz que Moisés fala face a face com Deus como um amigo conversa com outro amigo. Moisés esta preocupado porque Deus lhe havia dito que não iria com eles ao subir para terra que mane leite e mel. Deus havia dito a ele que enviaria o seu anjo para esta adiante deles, mas não iria mais com eles. Mas, Moisés não quer o anjo, ele quer a presença de Deus. Depois de conversar com o Senhor, e Ele lhe garantir a tua presença, Moisés então pede para ver a tua gloria. Observe que Moisés agora não esta satisfeito mais só com a presença, ele também quer ver a gloria.
EXORDIA: Exegese do texto: então ele disse: Rogo-te que me mostre a tua gloria.
Ø O texto no original diz: a minha visão, por favor, da tua gloria.
Ø Glória no hebraico é Hesed ou Kavod. No grego doxa.
Ø Havia a shekinah que significa manisfestação visível da presença de Deus.
INTRODUÇÃO: Interpretação judaica do texto: Deixe-me compreender, por favor, tua natureza.
1.     POR QUE MOISÉS PEDIU QUE DEUS LHE MOSTRASSE SUA GLORIA?
       I.            Um homem que já viu tantos milagres pede para ver a gloria de Deus.
·        Viu o Senhor numa sarça ardente.
·        O cajado transformar numa serpente.
·        O mar vermelho se abrir.
·        Manar cair do céu e água sair da rocha.
·        As roupas e sandálias do povo não se acabavam.
·        Conversava com Deus face a face como qualquer fala com seu amigo (Ex 33.11)
    II.            Foi depois da apostasia.
·        Precisamos observar o capitulo 32 – 33.
·        Deus disse que não iria mais com o seu povo e sim o seu anjo (Ex 33.2-3).
·        Depois de conversar face a face com Deus e de muita oração, Deus disse: irá a minha presença contigo para te fazer descansar (Ex 33.14).
 III.            Moisés não quer perder a presença (Ex 33.15).
·        Ele quer a presença.
·        Não quer se separar da presença (Ex 33.16).
·        A presença é a garantia de vitoria.
·        Mas um homem que fala face a face com Deus, quer mais da presença!
IV.            Moisés agora passa para um relacionamento gradativo, primeiro a presença de Deus, agora a sua glória (Ex 33.18).
·        É um relacionamento profundo.
·        Ele já conversa face a face, já tem a presença, agora é a glória.
2.     APLICAÇÃO PESSOAL:
       I.            Nós temos a presença: onde estiver dois ou três reunidos em meu nome, ai estou eu no meio deles (Mt 18.20) e (Mt 18.20).
    II.            Mas se queremos ver a glória precisamos orar e precisamos pagar o preço.
 III.            É como Moisés face a face com Deus, ficar tendo da tenda, só você e Deus.
IV.            Imagine a presença e a glória ao mesmo tempo.
   V.            Muita gente tem tantos bens materiais, tempo para tudo, para todas as atividades, mas não tem a presença e nem a gloria.
VI.            Mas nós temos a presença e para aqueles que pagam o preço tem a gloria.
VII.            Isso é um crescimento gradativo na tua vida, presença e gloria de Deus.
CONCLUSÃO: Após a vinda de Jesus podemos desfrutar TODOS OS DIAS do livre acesso ao Pai, e hoje pela graça podemos ver ao Senhor, “Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então , veremos face a face. Agora, conheço em parte, então, conhecerei como também sou conhecido.”( I Co. 13:12)